SP: 10/08/17 – 9h21

Temer diz que governo está focado nas reformas em evento no Rio e é alvo de vaias

Reportagem de Rodrigo Viga Gaier

animacao2_portal

0XX11 2829-0288 / www.seriasercomunicacao.com

O presidente Michel Temer foi vaiado após discurso em um encontro sobre comércio exterior no Rio de Janeiro nesta quarta-feira, quando disse ter acertado com lideranças no Congresso uma pauta para o segundo semestre que terá como prioridade aprovar as reformas da Previdência, tributária e política.

“Ajustamos esta pauta para este semestre, ou seja, se chegarmos ao final deste ano e tivermos completado o ciclo das reformas, estas três últimas que apontei, nós teremos um 2018 mais próspero e mais desenvolvido no nosso país”, disse Temer na abertura de evento.

Durante o discurso de Temer, no qual o presidente citou resultados econômicos positivos alcançados pelo governo, algumas pessoas da plateia escreveram mensagens em papéis do evento com frases como “Fora Temer” e “Diretas Já”.

Apesar da manifestação até então silenciosa, o presidente prosseguiu o discurso, mas, à medida que o tempo ia passando, mais papéis eram erguidos, até que ao fim do discurso Temer ouviu vaias e gritos da plateia. Nitidamente constrangido, ele desceu do palco rapidamente e deixou o evento sem falar com a imprensa.

AEROPORTO SANTOS DUMONTO presidente argumentou, no discurso, que a agenda de reformas vai contribuir para a queda do desemprego. Temer aproveitou também para reiterar que não haverá elevação do Imposto de Renda.

“Quero dizer uma coisa que é para ganhar aplausos. Ontem ainda se falava que nós íamos aumentar as alíquotas do Imposto sobre a Renda, não é verdade, não haverá aumento, absolutamente não haverá aumento”, disse, recebendo, naquele momento, aplausos.

Na manhã de terça-feira, o presidente admitiu que havia estudos no governo para elevação do IR. Já no início da noite, depois de o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmar que se a medida dependesse dos deputados não seria aprovada, Temer soltou uma nota negando que vá enviar ao Congresso uma proposta de elevação do Imposto de Renda.