Esta coluna visa dar esclarecimentos às dúvidas e aos questionamentos que possam ocorrer com nossos leitores(as) na esfera da Sexualidade Humana, Ginecologia e  Obstetrícia. Gostaríamos que os leitores enviassem suas perguntas à redação deste Portal, por e-mail: contato@portalraj.com.br, ou para os e-mails cmp152@uol.com.br e elisagues@hotmail.com. As perguntas serão esclarecidas pelos médicos Dr. Francisco Carlos Anéllo – Ginecologista e Obstetra, Pós – Graduado em Sexualidade Humana, e Dra. Elisa Rodrigues – Psicóloga Clínica e Educadora Sexual, Psicoterapia de casais e individuais. A identidade das pessoas será mantida em sigilo.

Sinto a minha barriga doer tanto na hora do sexo, que até dá vontade de vomitar.  Indicaram-me tomar remédio para gases e não funcionou, o desconforto não passa. Já tenho medo até de transar.
R: Se o problema acontece justamente na hora  em que o pênis bate no seu útero, isso pode sinalizar algum problema. Procure seu ginecologista para fazer o diagnóstico correto. Relação sexual não é para causar dor, mas sim prazer!

Quando tenho orgasmo, solto tanto líquido que parece até urina. É incomodo e me limita na escolha dos locais para a relação. Posso fazer algo para evitar que esse “mico” aconteça?
R: Eu não chamaria de mico. Na verdade é um muco que tem a semelhança ao da lubrificação vaginal, mas em quantidade maior. Por ser característica do seu organismo não há como alterá-la. Algumas mulheres sofrem por não ter a lubrificação e sente dores na penetração. Tem homens que acha isso o máximo e ficam excitados.  Portanto, procure lidar de forma positiva com isso.

Contraí o vírus HPV do ex-namorado e não quero transmití-lo ao novo amor. Ele pode fazer sexo oral em mim sem risco, já que estou em tratamento?
R: O HPV é uma das doenças mais contagiosas que existem e também complexa: são mais de 100 tipos de vírus. A boa notícia: em 90% dos casos de contágio, esse microorganismo não é mais detectado após um ano e meio. Até  que isso ocorra, recomendo cuidado com o seu novo amor. Coloque a camisinha desde as preliminares, pois não há como saber  onde o agente infeccioso estará localizado. Não é recomendado sexo oral até que os exames dêem negativo, mesmo que esse período dure os 18 meses. O HPV está associado ao câncer de colo de útero e é transmitido mesmo sem ejaculação, por causa do atrito. E mais: o agente pode se localizar na vulva, então a penetração não é a única responsável pela transmissão. O Papanicolau consegue detectar o vírus.

Meu namorado e eu transamos sem camisinha durante um fim de semana inteiro. Depois disso, estamos com um acúmulo de  secreção branca na vagina e na parte interna do pênis, que não coça e  nem arde. Quando vamos urinar, também tem um cheiro forte. Muita relação sexual causa isso?
R: Não foi a quantidade de relação que causou isso, mas sim, alguma contaminação do local que pode ser decorrente de algum fungo ou bactéria. Importante é procurar um ginecologista e fazer  tratamento em conjunto.

Gostaria de saber por que o esperma de certos homens tem odor tão desagradável. Isso é normal ou se trata de alguma doença?
R: O cheiro forte do esperma pode ser provocado por concentração dos líquidos espermáticos por alguma infecção. É comum um cheiro parecido ao de “peixe”  e o tratamento é feito pelo casal.

Posso receber sexo oral um dia antes do exame Papanicolau? Pode interferir no resultado?
R: O sexo oral não interfere em absolutamente nada. O importante é não o correr a penetração e ejaculação, pois pode interferir no exame.

Tenho sangrado após a relação sexual, não estando menstruada. O que pode ser?
R: Qualquer sangramento após a relação sexual deve ser investigado para descartar a existência de algo mais sério. É imprescindível procurar seu ginecologista.