SP: 12/03/18 – 7h43

Sete pessoas morrem em chacina em Fortaleza

Por Eduardo Simões

Ministro da Defesa Raul Jungmann durante coletiva de imprensa em BrasíliaSete pessoas foram mortas em três endereços diferentes em um mesmo bairro de Fortaleza e as autoridades suspeitam que as mortes tenham relação com uma briga das torcidas organizadas do Fortaleza e do Ceará no fim de semana passado, quando as duas equipes disputaram o clássico local.

Um dos ataques aconteceu nos arredores da sede da torcida organizada do Fortaleza e, durante a fuga, homens armados também dispararam contra jovens que vestiam a camisa da torcida.

“No domingo houve uma briga de torcidas, inclusive envolvendo essa torcida (do Fortaleza) e membros dessa torcida, na qual dois membros de uma torcida rival acabaram gravemente feridos”, disse o secretário de Segurança Pública do Ceará, André Costa, em entrevista coletiva.

“Então há uma suspeita de que haja realmente uma interligação entre os fatos, entre o que ocorreu no último domingo e o que ocorreu ontem à noite”, acrescentou.

A secretaria informou que as polícias civil e militar do Estado realizam diligências em busca de suspeitos de participação na chacina.

Em janeiro, a capital cearense registrou uma outra chacina, quando 14 pessoas foram mortas em uma casa de forró na cidade. Dias depois, uma briga entre membros de facções rivais deixou 10 detentos mortos em um presídio na cidade de Itapajé, interior do Estado.