SP: 11/01/18 – 9h55

Rodrigo Caio diz ter motivado Diego Souza a acertar com o São Paulo

Da Redação

RODRIGO CAIO E DIEGOPrincipal reforço do São Paulo neste início de ano, Diego Souza vinha tendo sua contratação incentivada não somente pelos dirigentes tricolores, mas também por membros do elenco. Um dos líderes da equipe, Rodrigo Caio revelou ter mandado mensagem de boas-vindas ao meia-atacante antes mesmo de a negociação se concretizar.

“A gente fica muito feliz com a chegada do Diego, um jogador de Seleção Brasileira. Tive a oportunidade de ir com ele para algumas convocações, já o conhecia e tenho certeza que vem para nos ajudar muito”, afirmou o zagueiro à Spfctv.

Anunciado oficialmente no último domingo, o jogador custou R$ 10 milhões aos cofres do São Paulo, com quem assinou contrato até o fim de 2019. Antes disso, no entanto, o Sport fez jogo duro durante o período das tratativas, que se iniciaram no começo de dezembro.

“Até antes de acertar, já vinha conversando com ele. Não sabia se daria certo, tinha mandado mensagem dizendo que ele seria muito bem-vindo e graças a Deus deu certo”, celebrou Rodrigo Caio.

Aos 32 anos, Diego Souza foi integrado ao elenco na última terça-feira, quando realizou atividades físicas ao lado do peruano Christian Cueva. Nesta quarta, já participou de um treino técnico com bola. Ele será apresentado e concederá entrevista coletiva nesta quinta, após o treino da manhã.

Com quase uma semana a menos de trabalho em relação aos demais, Diego tem sua presença no time titular da estreia na temporada 2018 ainda duvidosa. Enquanto o meia-atacante segue a programação da comissão técnica, o elenco tricolor se prepara para o duelo com o São Bento, na próxima quarta, em Sorocaba, pela primeira rodada do Campeonato Paulista.

“Uma boa pré-temporada, treinos fortes. Conseguimos manter um pouco a base do time. Isso é muito importante, porque já sabemos como o Dorival gosta do time, como gosta da parte defensiva. Estamos dando o nosso melhor nos treinamentos para chegarmos no dia 17 prontos”, encerrou Rodrigo Caio.