SP: 17/07/17 – 9h

Dudu marca dois, Palmeiras vira, goleia o Vitória e volta a vencer

Da Redação

DUDU   PALMA má fase acabou. Vindo de três derrotas consecutivas, o Palmeiras virou e goleou o Vitória por 4 a 2 na manhã deste domingo, no Estádio Palestra Itália. Modificado, o Verdão teve Dudu, autor de dois gols, como principal destaque.

Depois dos resultados negativos, Cuca alterou não apenas a escalação do Verdão, mas também o esquema tático. Deixando de lado o 4-2-3-1, o treinador optou pelo 4-2-2-2, com Róger Guedes posicionado ao lado de Willian, e Dudu na mesma linha de Guerra no meio-campo, dois para cada lado. Além disso, promoveu o retorno de Felipe Melo na vaga de Bruno Henrique.

A estratégia começou bem, com o Alviverde pressionando desde o primeiro minuto e quase abrindo o placar com Guerra, em assistência de Dudu. Aos sete, porém, Felipe Melo errou passe no meio, Uillian Correia arriscou da intermediária e acertou um lindo chute, que ainda tocou na trave antes de entrar.

Após o Leão abrir o marcador, a torcida aumentou o volume no Palestra Itália e puxou o canto de que “o Palmeiras é o time da virada”. Em campo, porém, o clube paulista só demonstrou nervosismo e começou a errar muitos passes. O lateral Egídio era um dos que mais demonstrava tensão, claramente sem confiança para arriscar jogadas ofensivas com a torcida chiando a cada toque na bola do camisa 6.

Quando o clima e os gritos da arquibancada já haviam mudado para “raça Verdão, você é campeão”, Yerry Mina foi puxado por Wallace na área e o árbitro Bruno Arleu de Raújo anotou o pênalti. Na cobrança, Róger Guedes mostrou calma, bateu com categoria deslocando o goleiro e não desperdiçou.

Com a igualdade no placar, o Palmeiras passou a demonstrar o bom futebol dos primeiros minutos da partida e encurralou o Vitória em seu campo de defesa. No entanto, o Leão armava uma barreira difícil de ser penetrada, com Uillian Correia recuando para atuar como terceiro zagueiro, e Cleiton Xavier fazendo a função de terceiro volante. Até que, aos 45 minutos, Dudu chutou em cima de Patric e a bola sobrou para Guerra, que invadiu a área e deixou para o camisa 7 estufar as redes e decretar a virada.