SP: 19/05/17 – 8h45

Após ouvir gravação, Temer diz que investigação do STF deveria ser arquivada, diz fonte

Por Alonso Soto

Presidente Michel TemerO presidente Michel Temer acredita que uma investigação sobre se ele deu aval a um pagamento de suborno deveria ser arquivada depois de ouvir a gravação que desencadeou uma crise política em Brasília, disse um assessor presidencial à Reuters nesta quinta-feira.

“O presidente ouviu o áudio ao lado de assessores. Não tem nada que comprometa a conduta dele, não tem nada de ilegal ou de irregular. Não tem a história. O (Joesley) Batista fala ‘eu estou bem com o Cunha’, está falando da relação dele (com o Cunha)”, afirmou a fonte, que pediu para não ser identificada.

O Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou abertura de inquérito contra o presidente em consequência da denúncia de que teria dado aval ao empresário Joesley Batista para manter pagamentos ao ex-deputado Eduardo Cunha em troca de silêncio sobre denúncias contra o governo.

“O que o governo espera é que o Supremo arquive rapidamente esse caso. Precisa disso para restabelecer a tranquilidade, voltar a normalidade”, disse a fonte.

Em pronunciamento no Palácio do Planalto, Temer afirmou que nunca autorizou o pagamento pelo silêncio de alguém.